terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Circunstâncias Existenciais...


A chuva batucando no telhado; o vento frio lá fora, batendo suavemente na janela; como se pedisse para entrar e, junto à lareira, também viesse se aquecer...
Um simples dia de inverno. Mas o que importa ''mais'' para um homem ou mulher de arte que as circunstâncias?! Pois um ser não consegue fazer arte sem inspiração! Assim, digo que a ocasião é tudo para um artista! Seja um momento de desagradável clima, ou irritante ambiente... Seja um instante de paz espiritual.
Enfim, o que faz de um espírito disposto para ruminar sentimentos e emoções, é o ambiente no qual ele se encontra no exato momento de sua criação artística! E para que isto esteja claro, observemos os infelizes e desgraçados do mundo... Quanta falta de horizontes... Estão rodeados por perspectivas cinzentas, que lhes trazem o vazio existencial; como se a poeira da indiferença lhes tapasse os sentidos do coração, que clama por arte!
A arte depende do combustível emocional no artista ''abastecido''! E por isto, jamais estacione seu espírito de suas buscas filosóficas, e de suas consequentes viagens ideológicas.

Nenhum comentário: