quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

L****** & L******


O que acontecerá de agora em diante?
Só o acaso sabe...!
Sete letras... Sete dias... Sete horas... Sete virtudes!
Sete!
Ela poderá ser... Ou talvez não seja nada do que estou imaginando agora...
O que quero pode não acontecer, mas pretendo "testar" se é possível coincidir o útil ao agradável.
"Ela".... hmmmm! Simplesmente "Ela".
"Que venha se tiver de vir, este amor assim, assim" - como cantávamos no coral da AABB (0 Vivere).
Como uma canção, ainda estamos na introdução, naquela parte em que os efeitos sonoros primários começam a dar cara à música.
Ainda não se desenvolveu um compasso certo...
Ainda não se sabe qual será o ritmo, qual a melodia, ou como serão as cadências dessa sinfonia.
Só espero que dê numa bela e complexa música.
Uma luz para o caminho, pois é assim como a vejo. E como vejo qualquer "motivo" para continuar-se de pé!
Isto é o que nos faz viver, engajados neste cosmo infinito.
E nosso universo é assim.
Mas eu ainda pretendo entender certas coisas...
Enquanto isso... "Que venha se tiver de vir, esse amor assim, assim". he hehe.

L ......