quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

A New Sunrise.... Procure Pelo Bem!


Hoje é o segundo dia de academia (musculação :D).
Pois é, comecei a praticar exercícios (o que deveria ter feito a muito tempo, antes que começássem as crises de ansiedade) para mudar minhas rotinas - o que acho que de intensa importância (quando corretamente equilibrada) na vida de um ser humano - .
Sinto-me "quebrado" de ontem e, pelo visto, vou me quebrar mais ainda pra amanhã.
He he... Cada dia que passa irei ganhando mais disposição muscular e física em geral, assim, sentirei-me um pouco mais engajado com meu próprio corpo.
Estou aqui ouvindo novamente o The Scarecrow do Tobias. Ah! claro que não chega nem aos pés do primeiro "The Metal Ópera" que ele criou, devido a fatores que eu não saberia explanar aqui.
É como se diz: "Ah! só naquele os caras acertaram". Como o Rebirth, do Angra, que é o cd divisor de águas da banda; por mais que tenham se aperfeiçoado nos álbuns posteriores, os caras acertaram no "tempero" geral daquele álbum.
Mudando de assunto, conheço pessoas pela internet constantemente. Algumas ficam anos mantendo contato; algumas somem assim como apareceram (ou seja, do nada he he).
Acho que é como uma chave; pois toda chave foi feita para alguma fechadura, isto é a pura lógica.
Então, se cada pessoa pode ser comparada à uma chave, acho também que, existem diversas fechaduras por aí (se é que podemos comparar o "dar certo" entre as pessoas com o "encontro Chave-Fechadura corretos).
Tenho um carinho especial por algumas pessoas que sequer sei como é o timbre vocal das mesmas; ou qualquer daquelas características físicas que só são possíveis conhecer "de perto".
Apesar de tudo isso, sinto felicidade ao conversar com muitos desses virtuais amigos.
Pode parecer frio o contato, mas, ideologicamente é bem melhor do que conversar sozinho (pelo meno um pouco).
É como se o computador possuísse, entre um tempo e outro, personalidades múltiplas e, respondesse suas perguntas (refiro-me às pessoas do outro lado) que formulamos.
Mas dizer isto soa ainda mais frio neh?!....
Então, prefiro considerar que tudo isto é uma ''revolução histórica'' pela qual temo de passar prudentemente.
E nossos netos (ou filhos) irão testemunhar (ou não) uma nova Era; da qual não farão idéia de "como" começou ou se chegou ao estado em que o mundo se apresentar para eles.
Enfim, por hoje é só. ¬¬
Espero que as pessoas continuem a acreditar em uma coisa melhor sempre...
Um mundo; uma idéia; sei lá.... qualquer coisa do "bem".
Tudo o que vier, que seje puramente genuíno, do bem; moral e cordialmente falando!
Sayonara.

Nenhum comentário: