sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

O Equilíbrio existencial é como uma Jóia Preciosa


Hoje acordei lá por volta de meio-dia ¬¬ ... he he... Calma, calma! Agora tenho um "motivo" para justificar este horário de "wake up" desordenado e desapropriado para um ser humano normal (ou não).
É que fui tocar numa conferência do Sicred ontem (com o Elio, Elizeu, Cleber - se não me falha a memória é este o nome do guitarrista - O marcão - este é o Rogérioooo caminhoneiro - e o Ricardo Yuki - nosso sempai ahahaehaeh - .
Enfim, logo que o dia foi passando, resolvi malhar na academia lá pelas três da tarde. Logo após fui à livraria (Book House) onde peguei o décimo segundo exemplar do "Grandes Civilizações do Passado" - este fala sobre a Mesopotâmia - .
Também comprei um outro exemplar da grande revista "Filosofia" - da Editora Escala - .
Hoje estou me sentindo muuuuuito melhor do que antes. A cada dia (com esta nova rotina mais saudável) sinto-me num processo de "cura".
E acho que não mais precisarei de remédio algum (já que meu metabolismo se encarregará de salvar-se a si próprio).
Bom, por hoje só venho comentar do meu bem-estar pessoal e, dizer que a vida é realmente bela!
Nooooossa... por um instante (para não dizer toooodo aquele tempo de deprê e crise) achei que não iria mais gostar de viver....
Que iria perder o brilho do olhar perante minha existência, mas, descobri que se estiver de bem comigo mesmo e com meu arredor, certamente sentirei a harmonia (como no Ying Yang) da vida pulsando de dentro pra fora.
E tudo nesta vida humana depende do equilíbrio. Por isto, caro leitor e/ou amigo, mantenha-se equilibrado sempre.
É a dica de um corpo que falou por seu próprio mentor.

Nenhum comentário: