sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Diário de Bordo


Olá pessoal.
Hmmmmmmmmmm....
Sobre o que deveria escrever aqui agora?!...
E..tôhhh..... Anôhhhh...
Bom, o dia foi normal, nada de mais aconteceu. Ainda continuo com certos probleminhas de saúde (algo a ver com o psicológico). Acho que na verdade, todos que se atrevem a pensar tendem a cair num abismo melancólico ou algo semelhante a isso na vida.
Ah! no meu caso, sei lá, estou vazio ultimamente. Gostaria de encontrar um bom aconchego em algum lugar, ou "colo"...
Estou aqui ouvindo o The Scarecrow do Avantasia (pois é, pensei que o Mr. Sammet dissera que não haveria continuação para o Metal Ópera massss.....)
AH! muito diferente do antigo projeto, apesar de a produção estar mil vezes mais trabalhada (pelo menos eu penso isso ao ouvir o álbum). Mas está faltando algo mais clássico, como nos dois primeiros. Acho que o original jamais deveria se "desoriginalizar".
Bom, por hoje é só isso...

Poema do dia:
Eu percorro um caminho solitário
O único que eu já conheci não sei onde vai dar mas para mim é um lar e eu ando sozinho ando nessa rua vazia na avenida dos sonhos despedaçados onde a cidade repousa e eu sou o único e ando sozinho eu ando sozinho
Minha sombra é a única que anda a meu lado
Meu coração superficial, é a unica coisa que está batendo às vezes queria que alguém me encontrasse então eu ando sozinho
Estou andando pela linha que me divide em algum lugar da minha mente no fio da navalha e eu ando sozinho leio nas entrelinhas o que é mentira e o que é verdade verifico meus sinais vitais para saber se continuo vivo
Eu ando sozinho..
Minha sombra é a única que anda a meu lado
Meu coração superficial, é a unica coisa que está batendo às vezes queria que alguém me encontrasse então eu ando sozinho

Nenhum comentário: