domingo, 25 de maio de 2008

O Viajante Solitário


Pelo caminho da inocência caminham pequenos pés
Como será o final desta jornada? Pergunta o Viajante Solitário
As vezes ele parece não ter a força necessária para chegar lá... No Final da estrada
O sol nasce e percorre o céu durante o passar do dia... E o Viajante Solitário segue viagem rumo à certeza de dias melhores.
Ele busca da paz interior... Já não quer mais peregrinar como antes
Procura por abrigo, por aconchego... Pelo conforto de um beijo e um abraço
Como se isto fosse o que lhe faltava para ser completo, para ser realmente feliz!
O Viajante Solitário traçou um esboço de sua jornada
Pensou em cada detalhe que comporá o seu futuro
Mas agora ele já não pensa tanto no amanhã
Deixa o dia de amanhã com suas próprias preocupações... O Hoje e o Agora lhe pertence!
O Viajante Solitário encontrou rosas pelo caminho...
São tantas coisas que acontecem em sua vida...
São tantas linhas para se escrever a respeito...
O Viajante Solitário não nega que tudo é válido para se contar uma boa ou uma má história!
Por isto ele até tentou coisas das quais já supunha o resultado que acabou obtendo...
Mas mesmo assim ele lança ao seu Deus o controle de tudo...
E se depender de o Portador dos Fardos e dos Sonhos aceitar lhe atender as preces noturnas...
Então ele encontrará seu par...
Seu lugar...
Sua música!

Nenhum comentário: