domingo, 15 de junho de 2008

The King Arthur -


Aqui segue algumas coisas que anotei ao assistir ao filme "O Rei Artur":

Canção de uma esposa de um dos cavaleiros da Távola Redonda:

Terra das águias
Terra que nos criou
Terra que nos chama de volta
Pelas montanhas voltaremos
Para casa iremos
Para casa voltaremos pelas montanhas...
Ouça nosso canto e nossas saudades
Para casa voltaremos pelas montanhas...

Diálogo entre Lancelot e Arthur:

L: "Por que sempre fala com Deus e não comigo?
Reze a quem quer que seja, para que não nos deparemos com os saxões.
A: "Minha fé é o que me protege. Por que você a questiona?
L: "Não gosto de nada que coloque um homem de joelhos.
A: "Nenhum homem teme ajoelhar-se perante o Deus em quem confia.
Sem fé o que somos... sem acreditar em nada nesta vida?

Arthur para Guinevere:

Uma vez Pelágio me disse que não há morte pior do que perder a esperança.
G: Você e eu não somos as pessoas educadas que vivem em poemas.
Somos abençoados e amaldiçoados pela época em que vivemos.
A: Talvez tenhamos causado nossa própria maldição. E a bênção.

Nenhum comentário: