quinta-feira, 24 de julho de 2008

Paradoxos

Onde está aquele sonho de infância?!
Infância de dois segundos atrás
Quando tentamos ser puros
Como se fosse duas crianças que fizeram uma promessa uma a outra
Onde está o sonho?!
Onde está a fonte que nos traria de volta à inocência da fidelidade?
Você se esconde... Do que?
Eu me mostro... Pra que?
Não importa, o navio está de partida...
Há muitos barquinhos por aí...
Navegando ligeiros, querendo chegar mais rápido...
Mas isto é imprudência também... Pois pode ser que venha uma forte e alta onda...
Onde está aquele sonho!?
Mais vale uma grama de ação que uma tonelada de teoria!!!

Nenhum comentário: