domingo, 28 de setembro de 2008

Diário de Bordo

Woooo! Santo tempo!!!
Tempo!
Pois é...
Ô palavrinha que me perturba a mente a todo momento!

Ultimamente ando pensando sobre o "tempo" em que eu ficava em casa, lendo qualquer livro que quisesse (das minhas prateleiras particulares, das quais tenho muito orgulho he he), ou quando ficava no pc ouvindo meu bom Heavy Metal (Uhuuu Angraaaaaaa! Dream Theaterrrrrr!!! Oh! Yeah! Ops... Me empolguei, sorry!).
Isto acontecia entre 2004 e 2007.
Agora.... tsc tsc... Nada de "free time"!
Todo tempo é pouco para os deveres que me perseguem.
Em 2008 (este ano), ao entrar para a faculdade, que andou capengando devido as crises de estresse que quase me derrubaram na famosa "depressão" dos dias modernos.
Também acabei por pegar um emprego novo (saindo da banda que era meu antigo trampo), na Fundação Cultural de Paranavaí, onde atolei minha agenda em compromisso in Full Time.
Agora não tenho tempo pra mais nada.
O problema é que se eu trabalho, não consigo me concentrar na facul.
Gostaria de arranjar um meio-período.
Quem sabe não consiga daqui pra frente.
Bom, ultimamente me sinto bem melhor de saúde; meu corpo está bemmm mais equilibrado (até porque ocorreram acontecimentos gritantemente marcantes e significantes em minha existência).
Também me adentrei no curso avulso à grade, o de Filosofia (4 sábados, com horário das 8:00Ham às 16:00HsPm).
Enfim, sobrou somente o domingão para fazer TUDO o que tenho direito!
E descansar?
Xiiiiiii!
Esqueça!
A verdade agora é esta aqui!
Mas como diz o ditado: "Deus ajuda quem cedo madruga!".
Pois bem, chega o tempo de lutar!
Lutar por tudo o que eu preciso para, lá na frente, apenas contemplar.
Como o agricultor, que planta seu terreno e depois apenas aguarda pelas chuvas; para depois contemplar o dia da colheita.
Assim quero viver meus dias, sem reclamar de nada. Aceitando as peripécias que o "acaso" resolver trazer.

Nenhum comentário: