segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Entusiasmo


Pare por um momento!
Respire profundamente, e concentre-se na vida.
Olhe para a história...
Contemple os detalhes de cada passagem que já aconteceu aqui na terra.
Leia as entrelinhas da existência.
Pra quê?
Por quê?
...
Ora! deveria haver sequer interrogação agora?!
Pois este pedido por si próprio já se auto-explica.
Continuando...
Olhe para a história!
Contemple (ainda com o olhar alternativo) os povos, raças, tribos, línguas e nações...
Será que o termo tecnologia (e toda a sua significação geral) mudou alguma coisa nos dias de hoje?
Sim?!
Não?!
Ora!
Somos reflexos da história (qualquer historiador bem o sabe, neh Felipe?!)!
Se isto é "lógico" (e naturalmente verdadeiro), então não dá pra qualificar (nem como bom, nem como mau) nada do "nosso presente"!
Vivemos de acordo com os "valores" do presente (valores que foram diferentes nas gerações anteriores).
E se nossos valores presentes estão [ou não] corretos [ou certos], isto é o presente-do-futuro quem dirá (risos)!
Mas é supérfluo refletir sobre esta questão-óbvia sem um fundamento elucidativo.
Bem, o que é interessante, é o valor da verdade e da "perspectiva" que a engloba.
Antigamente era puramente verdade que o sol era um deus, e que a terra era o "centro" do universo. No entanto a ciência (olho de Deus) derrotou o mito (obra equívoca humana) e ergueu os alicerces da verdade que libertou e ainda continua a libertar nossas mentes a cada dia - e aqui deixo minha maior preocupação existencial, que se traduz em evitar viver e sustentar minha existência toda em alicerces "mitológicos", sejam eles de quaisquer tipos -.
Agora pulo a linha de raciocínio analítico para simplesmente analisar o fator ciência e fé.
A fé não pode ser justificada. A ciência precisa de provas.
Ora!
Lutero certa vez afirmou: "Se se pudesse compreender como um Deus irado castigou seu povo com maldições e extermínios por "amor", para "quê" então serviria a Fé?!"
Isto já diz TUDO.
Fé é Fé!
Tenha fé e saberás "esperar"...
Paciência...
Entusiasmo.... (palavra Grega que vem de "estar cheio do espírito de Deus)
Então estejamos ENTUSIASMADOS com a vida!
Sinceramente precisamos disto!
Preenchidos do espírito lutaremos para sempre!
"Faça por ti, que te ajudarei".

Mudando de assunto...
Da análise crítico-histórica para o pensamento subjetivo:
Um pensamento se torna sua essência como "indivíduo"...
É a "cor" da sua existência, sob o aspecto intelectual.
Imagine só um ser humano que não age pela razão em sua cabeça.
Não possui opiniões próprias sobre a vida em si.
Não possui valores pessoais, os quais o identificam como "indivíduo", e não como "rebanho" alienado à massa.
Alienação é um pecado contra a evolução humana.
Deus nos colocou para evoluir, e, com a evolução "agradá-lo".
Não podemos cometer o colossal equívoco de interpretar e ter como má a idéia de "evolução".
Se usar a própria lógica da teologia: Deus teria povoado a terra somente de animais irracionais...
Não teria permitido uma criação dotada de "livre-arbítrio", ou seja, opções de como se viver a vida da maneira como bem aprouver.
Nós somos responsáveis pelas nossas escolhas, mas também temos que acreditar que tudo tem um propósito...
Fé é entender que, em nossa essência, nossa alma, ou melhor, o fato de ter alma, significa que fazemos parte deste plano divino.
Eu, você... Nós...
Somos um projeto de Deus, para um homem e uma mulher.

Nenhum comentário: