quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Quando a Razão Diz Eu Te Amo!


Oh musa das minhas músicas
Menina-mulher que o tempo todo me fascina
Macio é o teu corpo sutil, até em minhas lembranças...
Em ti encontrei minha sina!

Oh princesa do Oeste, folha de outono no ar
Rosa azulada de sonho...
Teus olhos são como o luar!
No palácio da felicidade estaremos...
Pois já recebemos o convite
Empregados do rei, pensamentos...
Concluíram de um simples palpite:
Eu te amo para toda a existência!

Nenhum comentário: