sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

É Nóiiiiis!

Sim...
Ter ficado ausente, distante, separado, FORA, foi o máximo que consegui suportar!
Na verdade, a distância não deveria significar nada se estamos (de fato) habitando eternamente dentro um do outro, mas...
Acontece que não adianta, sentimos a necessidade mútua de nosso contato mais próximo possível, precisamos nos tocar, nos sentir, nos VER!
Precisamos, porque um amor assim é como um alvo que fora acertado no escuro, e quando o atirador estava de ponta-cabeça, de olhos vendados!
Isso para ilustrar o quão tudo é tão incrível!
In-crível, sim!
Pois a nossa história é magnífica, é um conto de fadas da vida real!
Sentimos nossas fraquezas, claro, mas sentimos um amor que pode colorir paisagens infinitas ao nosso redor.
Por exemplo, lá em Mato Grosso, eu pensava sobre o quanto tudo aquilo me era incolor; e pensava no quão magnífico seria se Ela pudesse estar ali, comigo, acompanhando e ajudando a manter aquecido o meu coração, num lugar deserto de tudo...
Ela seria Tudo, e realmente, ali, era tudo o que eu precisava pra me animar.
Pois a sua presença, como mulher, é TUDO o que meu coração precisa como homem!
Você não faz idéia, mas sempre sonhei (desde que me conheço por gente) em ter alguém pra me dedicar (ainda que eu cometa sempre alguns equívocos conjugais mínimos durante a caminhada) em amor profundo, para criar uma vida a dois muito prazerosa, muito linda, brilhante!
Porque sei que posso não alcançar o sonho profissional que tanto sonhei (e que na verdade, neste momento nem sei ao certo sobre o quê quero trabalhar)...
Mas...
No casamento, eu sonho me dedicar completamente!
Pra ter aquela paz de espírito no lar...
Pra ter uma mulher pra voltar, sempre, após um dia de trabalho.
Pra ter aquela coisa bem concreta, algo definido, um par conjugal pra conversar ao final do dia, antes de dormir; e ao acordar aos finais de semana, pra se abraçar e brincar de se beliscar, de se bater com travesseiros...
Ah! fazer o nosso teatrinho conjugal neh...
Eu proponho que nossa administração seja composta de bastante diálogo, e, que assim, resolvamos (senão tudo, porém) boa parte daquilo que nos for necessário para conviver perfeitamente!

Sei que, do jeito como já começamos nossa relação, nossa história juntos, temos o "jeito de ser" necessário para nos acertarmos e casarmos, visto que nos acertamos após mantermos vários diálogos e reflexões para resolver aqueles "probleminhas" lá neh!? (daí a importância imprescindível da Filosofia num casamento ahahahahaa).
Só estou ansiando para ver como será nossa relação de namoro.
Quando nos acostumarmos com tudo isso, e quando nos enxergarmos sem novidades, aí será o momento de definirmos nossa relação "eterna".
Estou me preparando para manter sempre um ritmo apaixonado para com você.
Não sei como ficaremos após alguns anos juntos de verdade, mas creio profundamente que manteremos um estilo único, e é aí onde se concentra minha alegria, ou seja, na nossa forma subjetiva a dois; tenho muita satisfação nisto, e espero que tu mantenhas este estilo eternamente. Seremos como somos um para com o outro por causa de nossas existências, um na vida do outro. E assim definiremos nosso padrão conjugal para sempre!
Nós, como já dizíamos, somos "Nóiiiiis".
Amor, você sabe, seremos de um jeito único, não importa.
Namorados eternos!


Sou teu, para sempre.

Nenhum comentário: