terça-feira, 7 de abril de 2009

Desabafos em Crise...


...Agora, a cada manhã que eu acordo
Meu primeiro pensamento é Deus
Mas não queria que fosse de uma forma tão triste
Pois não penso nEle para agradecer pela minha vida em primeiro lugar...
Penso nEle já orando para retirar de mim esta dor que sinto em meu peito
Dor física no coração
Por que parece que se Ele não me ajudar agora vou morrer
Por que o meu amor está distante
E não há o que fazer
Por que antes, quando ficávamos próximos eu ficava um pouco triste sim, mas era somente por causa da "falta" de consumação de nosso namoro.
Sim, agora a tribulação e tristeza é completa.
Pois antes, por mais que ficasse com uma carranca ou algo que a fizesse refletir sobre meu estado estranho quando juntos, ainda assim eu tinha a presença dela para ficar contente no final das contas...
Mas agora que ela resolveu se afastar para o nosso bem e o agrado de Deus sinto de verdade TODO aquele meu estado estranho em nível completo agora!
Pois é, agora não sei o que fazer.
Acho que no fim ela parece preferir que eu não lute por ela... que triste isso...
Penso negativamente quando estou triste...
Me perdoe Senhor, me perdoe meu amorzinho...
Mas gostaria de uma luz vinda de você agora...
Algo que animasse o meu coração definitivamente!
Algo que me fizesse parar de ruminar sobre a ausência do teu olhar...
Do teu carinho, e do teu "amor".
De tudo, a ausência daquele ar de esperança ansioso é o que mais me dói.
Pois se você tivesse apenas me dito que iria se guardar e fechar os olhos para o caso mas que ainda assim eu poderia ter esperanças na espera que você comentou na primeira carta manuscrita que me deu... na qual indicou Ct 7,¹² ["Vem meu amado, vamos ao campo, pernoitemos nas aldeias, madruguemos pelas vinhas, vejamos se a vinha floresce, se os botões se abrem, se as romeiras florescem: lá te darei o meu amor..."]
Ah! seria outra coisa!
Mas agora...
Agora...
Agora fica a dor de um momento triste para mim!
Pois muitos não entendem por que estou tão perturbado!
Tão desesperado e fadigado.
A respiração me é difícil quando estou nos momentos de maior fraqueza nas lembranças...
O ar me falta aos pulmões quando lembro...
Ontem, no intervalo, sai errante pela noite...
Não conseguia contar as estrelas que Deus colocou para enfeitar os céus...
Não conseguia cumprimentar ninguém verdadeiramente bem:
- Bom?
-Bom!... :(
Ah!
Me dirigi para o último lugar no qual você havia me pedido até para que te levasse para minha casa...
Sim, em cima daquela espécie de bueiro da faculdade, longe do movimento, bem ali próximo ao DCE.
E foi bem ali que comecei a chorar baixinho, começando a soluçar e olhando para trás, como se esperasse que você estivesse vindo para ouvir TUDO o que eu gostaria de ter dito naquele momento...
E eu pedia com todas as minhas forças...
E tantas me fizeram lembrar que você sentia uma necessidade de me ligar tão grande...
Enquanto eu me sentia mais equilibrado por você.
Nossa, agora tudo mudou!
Você é quem está de boa, e eu estou em turbulência por não saber o que fazer.
Mas descobri por que você se sentia daquele jeito e por que eu me sinto assim agora.
Antes, aquela sua necessidade de me ligar me trazia conforto, em termos de "segurança" para o meu coração, pois tinha você firme em meus braços.
E como era gostoso ler que você entregara o seu coração a mim (ainda que comentado que fora difícil fazê-lo), e eu me sentia feliz porque podia entregar o meu, diante de tanta dedicação ao amor!
Bom, tirando a parte que você precisava dosar suas atitudes perante Deus...
E as minhas de retorno...
Nossa...
Foram os momentos mais apaixonados que eu vivi em toda a minha vida!
E não quero que esta paixão seja só paixão...
Pois sei que te amo mais que isso...
E por te amar tanto... sofro assim, quando simplesmente nos afastamos.
Me perdoa pelo Carnaval, pois, independente de você decidir nunca mais voltar para os meus braços um dia...
Eu agora imagino como seria se fosse comigo, e se fosse você quem tivesse de esperar.
Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!
Não posso nem pensar nessas coisas agora...
Estou delicadamente em crise...
Preciso que Jesus arrebata o meu espírito urgentemente...
Senão vou perecer de tristeza...
Não é bom ficar triste assim...
Mas o fato de você não dar esperanças ao meu amor, quando disse que estou em 4º lugar nas prioridades e que, independente disso, vai depender se você se sentir aliviada e de bem para que venha novamente na minha direção com fé e amor...
AhhhH!!!
Minha princesa...
Jamais gostaria de dizer coisas assim...
Mas esta é a minha maior dor!
E este ano prometia ser melhor quanto a esperar!
E se você está saindo da facul para se afastar completamente de mim...
O que vou dizer ao meu coração???
É isso aí, acertei na pergunta:
Pois então dá-me uma dica sobre o que devo dizer à esta criança que chora constantemente e se deprime cada dia mais por causa do colo que não vem mais....
Eu sou racional o bastante para compreender TODA a tua decisão...
E aceitei-a porque também sei que você precisa cortar tudo o que te faz ficar ansiosa...
Mas, meu coração não vai entender isso...
E ele não vai deixar de lutar e buscar você...
Por mais que eu esteja nas mãos de Deus...
Por mais que eu ore...
Por mais que eu saiba que Ele tem um plano maravilhoso para mim!
Tudo isso é verdade também, mas estou sofrendo por não enxergar nada além do presente!
Dá-me uma luz sobre você...
E me diga que este estado atual não é o que ficará por definitivo em nosso amor!!!!
Só isso!
Pois se for, lutarei contra meu coração novamente...
E terei muito tempo de lamentação desnecessária, que me atrapalhará a estudar...
A comer...
A sorrir...
A viver!
Alguma coisa roubou o meu sorriso novamente...
E se você, que antes trouxera o caminho verdadeiro para eu seguir, agora não é possível que esteja sendo o ponto de desvio para mim....
Justo quando mais quero entrar em acordo com tudo aquilo que te fazia sofrer por estar desequlibrada a nossa situação juntos.
Oh! meu amor...
Minha única...
E se você sente que está bem melhor assim... então me diga, pois pra mim algo está horrível!
Você foi para debaixo da luz, e calor, e eu fiquei procurando uma luz de vela para me aquecer!
Está escuro aqui, sem definir por que estou tão distante de ti...
Você sabe muito bem que o"MUITO" que eu falo quando digo que "te amo muiiiiiiito"...
É justamente por este Muito que esto escrevendo...
Só porque te amo muito!
Muito!
Muito!
Muito!
Muito!
Muito!
Muito!

Aishiteruo!
I love You!
Irch libdi!!!(Lembra?)

Lembra quando você comentou debaixo do pé de manga: "ah! não, denovo não! não quero tudo aquilo denovo!!!"
Pois é... acho que você só comentou... E no momento quem não havia percebido era eu...
Agora sei que quem deveria clamar por isso sou EU!
Realmente, minha princesa, te amo e estou disposto a te amar.
Me perdoe...
Não queria escrever...
Quem o fez foram as mãos e dedos do meu coração!
L/L

Nenhum comentário: