terça-feira, 7 de abril de 2009

Dor Profunda


Ah! eu amo tanto...
E não posso deixar de dizer o que meu coração grita lá dentro...
Por isso digo que amo muito...
Por isso digo que luto tanto!
Está havendo uma grande batalha dentro de mim...
Como se uma grande onda me arrastasse...
Pedindo para não fazer nada, quando meu coração quer fazer Tudo!
Não dizer nada, quando preciso dizer tudo!
Não olhar, quando preciso abraçar!
Não me mexer, quando mais preciso pular, saltar...
"Do alto da pedra eu busco impulso pra saltar mais alto que antes...
Bem mais que tudo eu quero ir!
Uma vez que faz-me sentir alguém, é pra todo sempre..
Não quero minha vida igual a tudo que se vê!"

Eu amo, como nunca amei...
Agora retorno...
Ainda amando...
Por quanto tempo será assim?
Por quanto tempo?!
Preciso renascer...
Isso...
Nascer denovo!
Só assim conseguirei alcançar a luz verdadeira!
Porque meu coração me sufoca com pedidos impossíveis para agora!
Desejo uma coisa impossível a mim agora...
E não tenho para quem gritar...
Só para Ti Senhor, meu único Deus!
Agora, na dor volto chorando a Ti...
Porque por Você ela me chamou...
E por ela, agora clamo por Ti!
Engraçado como sofro tanto agora, só com a idéia de que
Tudo está bloqueado...
Por mais que seja por uma boa causa...
A dor é inevitável
Mas se eu tivesse forças é claro que não ficaria ruminando-a...
Não é isso..
É que transborda em meu peito essa dor...
Como nunca senti antes...
Acho que tudo o que ela já sentiu eu sinto agora em uma dose única!
Droga!
Por que não aprendi primeiro, para conhecer depois...?!
Para viver feliz por inteiro...?!
Mas é claro que só havia "esta" forma de ter acontecido este encontro de corações!
Mas e agora?
Ela vai voltar?
Um dia vai aceitar e devolver no meu olhar?
No meu sorriso?
Na minha maior alegria que é estar perto?
Ah...
O que é decidido não me alivia porque não sei como será minha vida até
Que esta dor se dissipe no ar...
E é aí que confio em Ti Senhor, porque a cada dia sinto algo puxando meu coração de dentro de mim...
Como se ele fosse sair pela minha boca...
Estou queimando!
Estou queimando!
Onde está o mal nisso tudo?

Tende piedade de nós, Senhor!
Aliviai nossos fardos, e que o tempo mude as coisas de lugar!
Se for pra ter esperança, que me seja dito pra ter!
Confio em Ti...
E em Tuas mãos entrego minha GRANDE dor, minha maior dor, minha tribulação!
Ah! E COMO vou te louvar por me salvar Senhor...
Como irei me regozijar em tua presença...
Só pra mostrar que sou Teu, e que me sinto perdido as vezes...
Me encontre aqui Senhor, bem onde parei...
E traga meu espírito de volta...
Me abraça...
Pra eu não chorar mais...
Preciso de Ti, aqui, pra me consolar...
Senhor!
Por favooooooooooor!
Pai, como dói!

Nenhum comentário: