segunda-feira, 20 de abril de 2009

Emmanuel


O tempo vai passando e a gente é obrigado a mudar com ele.
Algumas coisas ficam...
Outras se vão da gente.
As vezes parece que fomos tragados como sucata por um guindaste e lançados num ferro velho.

Nossos corações se encontram lançados para bem longe daquilo que lhes era abrigo.
Mas a vida continua independente de qualquer acontecimento (que não a morte, claro).
E nestes momentos em que nos sentimos mais distantes de TUDO...
É quando clamamos a Deus por ajuda suprema!
Sim!
Precisando ao máximo do conforto que só o Espírito Santo pode nos conceber.
A vida não está fácil! Não está fácil! Roga o fraco e abatido...
Mas é assim que me sinto por não ter me preparado pra viver diante de certos acontecimentos da vida.
E quando o assunto é coração, parece que TODA a vida de um homem está resumida nisto.
Nós dependemos muito de "como" esta pecinha interior se encontra emocionalmente pra viver.
Não digo que o sentimento de apego (e, logo, a desilusão após perder o objeto de apego) por qualquer coisa que não a Deus seja motivo para dizer que a vida perdeu o sentido.
Mas digo que tudo tem de estar em equilíbrio.
Nada pode ser demais.
Nada deve exceder os padrões estabelecidos pelo próprio Senhor!
Devemos viver nossas vidas a buscar o agrado e confirmação do Pai Celestial.
Isso é o que eu penso agora.
Mas meu coração me perturba o tempo inteiro, numa saudade, numa dor, numa intranquilidade sobre algo que já está resolvido aqui dentro...
Eu preciso de Deus para resolver isto!
Eu quero que o Espírito me guie até aonde eu devo estar para cumprir minha missão na terra.
Todos temos algo a fazer.
Mas por que é tão difícil acordar e pensar em Deus com paz e não com clamor?
Posso eu silenciar os gritos de dor do meu coração pela vida?
Alguma coisa em mim surgiu "forte" o bastante para ser significativo demais.
Não sei o que houve aqui dentro...
Há alguma coisa estranhamente significativa!
Muito importante pro meu viver...
Seja para provar minha fé...
Seja para lapidá-la...
Mudar meu jeito de viver... não sei!
Mas é forte!
Parece que me afoguei também neste sentir.

É...
Foi recíproco até nisso...
E sentimos uma dor imensa...
E não entendi por que de tantas dúvidas em meu 2008 e comecinho de 2009.
Eu só queria que algo estivesse resolvido: amor e alegria.
Mas "justo" assim?
Justo com "quem"?
Justo a "mim"?
É, meu Senhor...
Realmente fui pego!
Me rendo aos Teus pés...
E confesso: sou nada sem Ti e diante de Ti!
Me leve embora daqui oh! Pai...
Pois te ofereço meu coração no Teu altar...
E se quiseres, queima-o todo no fogo do Teu Espírito!
Ah! Senhor...
É assim que me sinto, e quero sentir a purificação da minha dor...
Quero encontrar em Teus caminhos a paz de uma batalha Santa!
Que cada neurônio em meu cérebro...
Que cada célula nervosa louve com todo entendimento que tenho da vida até agora!
Pois todos os seres dependem da Tua lei no mundo!
Por trás de tudo está o Teu limite estabelecido...
Eu sei...
Todos vêem...
Reconhecendo tudo, só Te peço remissão dos meus pecados e, que Tu abençoes os meus dias futuros na Santa Paz do Teu Amor e Providência.
Eu estou buscando Senhor...
Eu estou tentando ser forte nos Teus desígnios...
Estou olhando para frente e para cima... no horizonte.
Sim, pois eu quero a Tua aprovação em minha caminhada!
Vem, oh! Pai!
Vem a me escutar o clamor noturno...
E vem fazer em meu coração morada perpétua!
Para que nos encontremos um Dia no Santo Lugar preparado para os que se fizeram ouvir a Tua Palavra!
Pois meu espírito está quebrantado...
Sofrendo...
Temendo...
Chorando...
Abatido...
Triste...
Precisando da Chama Ardente da Tua Presença Divina!
Vem purificar cada gota de meu sangue...
Que o Sangue do Cordeiro, derramado injustamente por homens, seja a minha salvação agora!
Pois já começou o tempo em que não escrevo mais para mim nem por mim...
Mas para o Senhor!
Faz um tempo não escrevo mais de amor...
O que aconteceu?
Faz um tempo e só há clamor!
Ah! Deus... que triste é a vida nestes momentos.
E como gostaria eu não fosse assim tão trágico o caminho e a caminhada.
Pois aqui só se encontram preces...
Mas não era para ser assim?
O Senhor sabia desde o início onde tudo iria dar. E sabia que este dia chegaria.
O dia em que o clamor seria ouvido até nos telhados.
E a noite invadiria o meu coração, pela madrugada fria, sem paixão...
E eu sentiria cortante como fio da espada: o simples "Acabou!" em meus ouvidos...
Mas quero continuar do jeito como sempre fui!
Quero acreditar que agora, com o Senhor ao meu lado, estarei seguro e sem temer.
Que nossa aproximação seja o meu escudo contra as fraquezas que me acometem durante a gélida madrugada...
Pensamentos desnecessários me passam pela mente vez ou outra...
Mas acima de tudo estou contigo, Pai!
Estou ORANDO...
Estou Clamando... estou Pedindo...
"Só Deus sabe a dor que estou sentindo!
Meu coração está ferido, mas o meu clamor está SUBINDO!!!
Novamente repito que nunca imaginei (e quem começou a ler o blog lá do início também) que chegaria a colocar palavras como tais nestas páginas!
É inacreditável que possa ser a mesma mente escrevendo!
Sim!
Mas pode acreditar, sou Eu mesmo!
Leandro Vieira, o pecador arrependido!
Que se voltou contra Deus e o mundo para tentar buscar nas próprias concepções um significado para a existência, e que, num momento de profunda crise e dor, percebeu a sua insignificância e a insignificância de se obter certas respostas; voltei-me para o Céu e orei assim:
"Senhor, guia meus passou daqui pra frente! Pois só em Ti tenho paz.
Seja o meu guia e por favor, perdoa meus pecados todos. Já não quero mais viver assim!
Manda esta tristeza pra longe de mim! Por que estou arrependido do que fiz e disse!
Tudo o que já cheguei a pensar sobre o Teu Existir, agir etc... clamo que Te esqueças, em nome da Tua misericórdia Divina! Para que possamos voltar a fazer as pazes e o Senhor caminhe novamente ao meu lado!"
E neste momento já não sei o que fazer para sentir a presença magnífica do Senhor.
Não sei se vai levar um certo tempo após viver seguindo e agindo de acordo com a Palavra...
Não sei.
Só sei que estou orando!
Estou pedindo que os caminhos fiquem claros pra mim agora!
Pois ter de abandonar um apego "tamanho" como o qual eu tinha em posse...
É...
É o Zé!
Mas acredito que o melhor do Deus ainda está por vir àqueles que oram e esperam no Senhor!
Sim!
Agora aguardo ansiosamente pela chegada da Tua providência em minha vida, Pai!
Pois...
Jesus, não tenho como proceder sem Teus conselhos em minha vida agora...
Por isto eu confesso minha TOTAL dependência de Ti.
Diga-me por onde devem andar meus pés!
Onde debruçar meu coração agora?!
Há um lugar para aquecê-lo?!
Mostra-me, Senhor!
Mostra-me...
Que a Tua paz esteja nos corações de TODOS os que te clamam!
Que a Tua justiça prevaleça em torno daqueles que não fazem o que é agradável aos Teus olhos!
Põe a Tua lei em minha vida, e eu seguirei, como servo da Tua Palavra!
Manteremos o nosso relacionamento...
E que TODOS possam ver refletido em minha vida, meu rosto, meu ser, a Tua Vida!

Nenhum comentário: