quinta-feira, 30 de abril de 2009

Cartas à Mesa


Quando você coloca os fatos de sua vida diante de seus próprios olhos, e, com (apenas) sua razão começa a analisá-los...
Hmmm...
O que dizer, ein?!
A vida é um teatro magnífico!
TUDO pode acontecer!
Deus nos deu tanta liberdade que nem conseguimos dar conta!
Na verdade, é um pensamento infeliz o de Sartre (pensador francês existencialista):
"Estamos condenados a nossa liberdade - ou presos à nossa própria liberdade - ".
E por que é ruim?
Simplesmente porque podemos optar pelo caminho errado voluntariamente.
E não temos garantias de nada nestes caminhos tortuosos.
Deus nos deu o livre arbítrio para que possamos escolher ou não seguir a vida de acordo com os "requisitos" que Ele impõe (de acordo com as Escrituras).
Em nossas escolhas jaz nossa essência demonstrada!
Se você escolhe se martirizar com a vida, ou utilizar entorpecentes para "fugir" da realidade cruel que o cerca, pode estar cavando sua própria sepultura!
Podemos largar tudo (de ruim ou até o que pensamos ser bom) em nossas vidas e abraçar a Vontade de Jesus para com o ser humano!
Ele deixou uma espécie de padrão de conduta e de esperança em Suas Palavras, e não temos outra coisa a não ser a Palavra pra confirmar isto.
Penso que o difícil para a maioria é acreditar que "nada" fora modificado em função (interesseira) de alguns durante todo esse tempo em que os textos foram, digamos, "manuseados" por uns e por outros.
Os mais crentes afirmam "Ah! mas é óbvio que o Senhor jamais permitiria que fossem manipulados os Textos que contém a Sua Palavra!!!"
Eu também estou trabalhando meu interior e minha mente para crer assim também.
Mas se o próprio profeta alertou: "Eu afirmo que quem retirar alguma palavra deste livro lhe será retirada da árvore da vida que há no paraíso... Ou quem acrescentar algo aqui, também lhe será acrescentado as maldições descritas neste livro!"

Então eu penso: se esta advertência existe, é porque há a possibilidade de alguém (despreocupado com os "avisos") modificar o texto.
Mas e aí!?
Bom, cabe analisar os textos por si mesmo e acreditar que são a Palavra de Deus...
Porque se não fosse, haveria alguma coisa "estranha"... neh?!
Vamos seguindo em frente e pedindo iluminação Divina!


Tokyo (tradução) YUI

"Hoje eu terei que sair desse meu velho quarto
Em que estou tão acostumada a ficar
Eu ainda não estou certa dessa minha nova jornada

No ônibus até a estação
Mandei um email para meu amigo

Na estação, de manhã, eu também tentei ligar para
alguém
Mas parecia que algo tinha mudado
Tudo que eu trouxe comigo foi o meu velho violão
Deixando todas as marcas da minha antiga vida para trás

Abandonar algo para ganhar outra coisa em troca
Será que esse ciclo também acontece aqui?

Eu sempre tento esconder meus medos nos meus sonhos
Quando fico com medo, não consigo fazer nada

Assim que o trem começou a correr
Eu chorei um pouco

A vida na minha cidade continuou sem mim
Eu rezei para que isso não mudasse
A pessoa que me deu o meu velho violão
Disse que tinha medo de Tokyo

Já até parei de procurar as respostas
Está tudo bem ter algumas dúvidas

O pôr-do-sol vermelho é bloqueado pelos arranha-céus acinzentados
Mesmo que eu segure minhas lágrimas hoje
A manhã fria de amanhã
Vai me trazer mais dúvidas né?

Eu não posso escolher a coisa certa
Pelo menos eu sei disso"

Nenhum comentário: