quinta-feira, 30 de julho de 2009

Buscando a Fé Máxima


Céu azul... clima fresco...
Nuvens pela cúpula a navegar.
De repente: uma decisão abrupta de viajar!

- Vou junto!
-Ah! vai?!
-Sim! vou junto! resolvi agora - estava lendo a bíblia.

Fora deixada a porta de casa.
Já não sabia onde meus próprios pés iriam me levar daquele momento em diante.
Ao carro, pensamentos estavam bloqueados perante certo desconforto psicológico em relação a quem estava ao volante - uma mulher, amiga de minha mãe, aparentava certa inexperiência direcional com nosso veículo. Como dirigia mal!

Curvas iam, curvas vinham...
Com o Sumaré deixado para trás, São João do Caiuá se aproximava a cada declive, a cada curva.
Com os pensamentos ainda bloqueados e...
Eis que chagamos ao místico lugar!
Descendo a ruazinha de chão batido, logo ao final da mesma...
Espiritualmente confortável e obscuramente religiosa... flores de diversos tipos enfeitavam a simplicidade residencial daquele ambiente.
Tudo estava pacífico enquanto pássaros que cantavam ornamentavam com sua musicalidade nossas cordiais saudações para com a velha - que com outra conversava ao sofá, externamente posto à área da casa -, era a dona e procuraca do local.

Não fazia ideia do que iria acontecer.
Ou fazia, tendo que já havia participado de uma sessão de "oração" antes; desta vez, porém, havia uma discreta expectativa de que algo "novo" pudesse acontecer.
Após uma introdutória conversa casual, pedi que todos saíssem e que apenas eu e a velha ficássemos a conversar daquele momento em diante e...

(...)

- Seu problema, meu filho, eu já sei qual é; e é você quem vai resolvê-lo!
Oração!

Eis a solução para a tua sina!

Apenas oração!
Comemore!

Comemore!

Pois mal pior não há para ti!

Não há peste, não há praga, não há enfermidade física coisa nenhuma!
Nada além da necessidade de VOCÊ mesmo buscar a Deus!

E me escuta uma coisa: a partir de hoje, tu não ganhaste apenas uma amiga, mas uma mãe também!
Sim! pois amo muito os que procuram a Deus, e comigo vem buscar tal caminho.

Para sorrir livremente novamente...
Para se abrir com o mundo e com Deus...
Para voltar ao primeiro e grande Amor Divino...
Para curar e salvar outras vidas assim como estou a (buscar) me salvar...
Busque o caminho Divino, e o Amor de Deus através da Oração! - É o que minha alma palpita!

Deixamos o recinto. Eu com nova esperança no coração. Amanhã haverá um momento de oração às 20:30 no mesmo lugar.
Ela?
Ao ouvir sobre minha interrogação de cunho eclesiológico, respondera que é mais católica que tudo nesta vida. E que o nome de Jesus é o importante a se levar em conta nessas horas.
Buscar a paz interior é um privilégio de quem um dia, após encontrar tal objeto de busca, lembrar-se-á com vigor e calmaria no coração, ao passar este conhecimento adiante.

Nenhum comentário: