sábado, 4 de julho de 2009

My Love...


Ah!...
Com esse olhar de sol poente
Que traz à alma a bela aurora
Espere a estrela cadente
Para ouvir em boa hora:

O manto azul do céu dourado
Cobriu a nuvem de algodão
O peito aberto e inspirado
Quer te mostrar o coração!

Com esse olhar de quem palpita
Com mil histórias pra contar
Vou te dizendo lentamente...
Coisa que só sabe o Luar!

A Deus eu oro firmemente
Que seja o puro aqui bem-vindo
Que nosso lar seja decente
E tenha o amor mais lindo!

My Love!

Um comentário:

K. disse...

"E tenha o amor mais lindo"
Sejas tu, ó pássaro divino
Em minha vida bem-vindo.
Que tua canção faça-se
No nosso amor um hino
Que nossos corações continuem se abrindo
E possamos sempre
consolar um ao outro sorrindo.
Teremos sim - sob a luz e proteção divinas - um lar decente.
Onde possamos viver a vida contentes; onde, quando no frio, seja o refúgio quente; onde, da janela do quarto, veremos o sol poente, a estrela cadente, faremos um pedido e Deus nos ouvirá. Nos falará. Oh, amor meu... Leia-me. Decifra-me. Cuida-me. Que eu estou aqui a ler-te, decifrar-te, cuidar-te.