segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Alicerçando o Amor


Pois é; compreender-se e compreender o outro. Necessidade básica para haver "harmonia" numa relação. E harmonia significa "felicidade a dois".
A paz provém da estabilização conjugal. Das mensurações dos problemas e soluções. Das exposições ideológicas, cordiais, instintivas etc. É assim como estou percebendo ultimamente.
Hoje senti que dei um passo na compreensão da mente alheia. Digamos que eu já sabia, em síntese, como "é" a forma de pensar e corresponder ao externo dela, mas precisei "tocar" no assunto para externizar sentimentos tóxicos gerados por uma situação de estranheza em relação a alguns detalhes.
Encontrei um ponto em comum: damos voltas!
hehehe...
Ah! mas quem não dá, ?!
Bom, por hoje, só tenho a dizer que estou mais leve. E que minha vontade é desfrutar de uma coisa "surreal" entre a gente.
Poder mostrar o que é possível dentro desta existência, em termos de amor. E quais as possibilidades de se sentir o prazer de viver!



Um comentário:

K. disse...

pois é...
Damos voltas - no meu caso, porém, penso que não é idiossincrático corriqueiro, mas apenas em situações "de risco". ;D