terça-feira, 13 de outubro de 2009

Minha Princesa!


K., Amor...
Posso até tropeçar em teus pés
Nesta dança mágica do amor
Mas acima de tudo, o que eu quero é o Amor, nada mais!

Nossas falhas fazem parte da dança
Mas não que errar seja bom...
Longe disso!
Só que algumas coisas, nesta vida humana que conhecemos, são apenas para se aceitar!
Devemos então contornar os obstáculos
E levar uma vida esperançosa
Cheia de histórias pra contar depois!

Na verdade não é para vivermos aqui que fomos feitos...
Temos um Céu para alcançar!
Então, cabe a nós desfrutar de uma dança amorosa temporária com todo o nosso coração...
Enquanto, respirando pela terra, a Parusia não vem...
Deixe-se tocar profundamente por esta intensa emoção...
E que a brisa apaixonada que vem do Oeste nos inspire a cada dia, mais e mais!
A cada longo e apaixonado beijo...
A cada apertado abraço...
A cada carinhoso afago...



Veja, meu Amor, aquela areia da orla da praia
Vamos lá escrever nossos nomes?!
Um embaixo do outro...
Dai nós traçamos um coração ao redor deles
E caminhamos de mãos dadas
Cantando e sorrindo
Brincando com a vida!
Sim!
E por que na areia?
Simples: porque, mesmo que as ondas apaguem nossos nomes...
Lá iremos, todas os dias, pela manhã, escrever novamente!
Conquistando e demarcando nossa união a cada dia!
E para eternizar, treinaremos bem a nossa caligrafia na areia
Para depois marcarmos nossos nomes lá nas rochas onde as águas batem!


Vamos acordar um dia bem cedo
Só para ver o sol nascer na cúpula celeste
E no horizonte depositarmos nossos sonhos futuros!
Dançando na água que em nossos pés baterá com as ondas...
Fazendo de cada dia um sorvete de sabor diferente:
Novidades nas coisas já conhecidas!

Que em nossa característica maior esteja...
O ato de sermos inovadores do cotidiano
Dia a dia...
Que tu sejas a minha mulher!
Que Deus bata o martelo, em seu tribunal Divino
E nos escolha um ao outro para carregar a companhia matrimonial futura!
E enquanto isso, que sejamos bons namorados!
Bons amigos...
Bons companheiros de caminhada...
Vivamos nosso amor!
Cultivemos o que de melhor tivermos em nós!
E vamos regar bem a semente dos sonhos, esperanças, e "perseveranças"...
Porque te amo e te quero comigo!
Para sempre assim...
Sempre minha,
Minha Princesa!
I Love You, Darling!

Um comentário:

K. disse...

Te quero sempre assim: com esse misto de infância e malícia, ambos no mesmo olhar, no mesmo instante, no afagar, nos teus gestos, no teu pensar. Te amo e - pela primeira vez :$ - sinto minhas pernas bambas a ponto de cair quando alguém me beija e me diz elogios ou apenas silencia.
Amo-te, meu "nipo"-italo-brasileiro principezinho.