domingo, 1 de novembro de 2009

Perdão Oh! Luar

Apesar de a Lua
Nua e Crua
Num céu Divino
Azul de Opala
Triste ausência
De um certo Beijo
O Nosso-Beijo!
E tão bela, ao Céu colada
Toda enfeitada, preparada
Enquanto a nós:
Nada!

Oh! Perdão Oh! feminino astro...
Não foi desta vez!
Não foi desta... vez!
Apesar de tua essência
Do que significa o teu ser aos Poetas
Não tivemos... nós três
Eu
Ela
Tu...
Um momento a sós!

Perdoe-me, Oh! doce Lua...
Ainda trago-te ela para juntos contemplá-la!

Nenhum comentário: