sexta-feira, 16 de abril de 2010

Apoetando-se


Se o que eu pudesse falar
Pudesse também fazer

Eu voaria bem alto
E iria até você

Diria "abra a janela"

Estou chegando meu Bem

Eu sou tua sentinela

Teu guarda e Amor também!

Podia andar pelas nuvens

E alcançar alto céu
Tocar teus lábios à noite

Sorver o gosto do Mel
Deitar meu colo em teu colo
E te abraçar como sei

Viver a vida sorrindo

Pois isto sempre esperei!

Um comentário:

K. disse...

Ai amor, que liiiiiiiiiiiiiiiiiindooooooooo!!!!
Ameeeeeeeeeeeeei!
E de saber que são pra mim...
Me derrete o peito em chama
Me é muito viva a memória
Do futuro em que saíremos para caminhar
Num parque aqui perto
Mas vamos brinca
Escreveremos uma história ao certo
De pombinhos rolando na grama.