sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Poemisse

Qual Lua no céu a brilhar
És tu aqui em meu coração
Sempre linda, a me iluminar
Nestes dias de escuridão

Contos os dias só pra te ver
Na internet ou ao telefone
Pois tu és o meu bem querer
Meu sorvete, formato cone

É engraçado olhar-te assim
Procurando encontrar segredos
Superando do amor os riscos
E vivendo a vida sem medos

Eu te amo e te quero aqui
Bem pertinho do coração
Pois contigo sou tão feliz
Só contigo vejo a razão

Somos loucos mas tão sensatos
Quando amamos em versos bons
A poesia dos nossos atos
Só revela que temos dons

Para sempre Jota, Ká, Éle
Para sempre num mesmo amor
Vamos manter esta promessa:
De buscar só em Deus clamor

Nenhum comentário: