quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Prostração

Eu não sei quando... Nem como...
Mas a Tua resposta virá!
Pois aqui Te entrego a minha vida...
Te entrego os meus planos...
Os meus sonhos!
Te entrego quem eu sou...
E, no Teu altar, eu deposito a minha sina, meu destino.

Nenhum comentário: