sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Adeus 2010 - Bemvindo 2011

Faltam vinte minutos para 2011 chegar, e aqui deixo minhas últimas palavras de 2010. É agora o momento de refletir sobre tudo o que aconteceu. Todas as coisas que fiz ou deixei de fazer neste ano que vai nos deixando.
Hora de pensar nos sonhos que realizei ou que brotaram em meu coração. Agora é momento de projetar para o próximo ano novas metas.
Quero mais Amor, mais fraternidade, mais conquistas, mais paz, mais Deus, mais igreja, mais faculdade, mais estudos, mais TUDO.
Espero ser um filho melhor, um acadêmico melhor, um amado melhor, um cristão melhor.
Quero evitar pecados e falhas de minha humanidade que em 2010 cometi tão desenfreadamente.
Quero busca melhorar e aperfeiçoar minhas virtudes.
Espero pelas graças de Nosso Senhor Jesus Cristo. E que a luz paire sobre minha família e sobre todos os meus amigos e amigas.

Há muito o que pensar para o próximo ano; muito o que planejar, que sonhar, que meditar.
Neste novo ano serei catequista e participante da comunidade litúrgica. Serei formando em Letras, e, assim, um novo professor para o mercado de trabalho.
Será um ano de muitas atividades, principalmente eclesiásticas e pastorais.
Também plenejo elaborar meu projeto de mestrado, mas isto fica para depois.
Por enquanto, que a paz e a alegria esteja com todos.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Oração

Senhor, Tu bem conheces a inclinação do nosso coração, e se a Verdade buscamos, só Tu o sabes. Em Ti, e somente em Ti, repousa a minha alma e meu coração. Pois somente nas Tuas veredas quero caminhar, e debaixo da Tua Lei me abrigar.
Senhor, Oh! Mestre dos mestres, Rei dos reis... Faz descansar meu espírito em Teu leito. E que a Verdade em minha boca habite sempre.
Buda se disse "O Iluminado", enquanto Tu disseste "Eu sou a Luz". Sim, Senhor, pois somente Tu conheces os corações e as inclinações de cada um deles.

Senhor, uma coisa hoje Te peço, que a Verdade da Tua doutrina venha sobre mim, e por mim passe adiante. Que a minha boca proclame a Verdade que provém do Teu Trono. E que, junto dos Anjos e dos Santos, eu caminhe com passos retos e firmes. Que a Palavra seja minha Luz e meu guia, e que a Sagrada Tradição seja meu auxílio Divino aqui na Terra.
Pois Tu o disseste "ide e proclamai o Evangelho a toda criatura". Somente através da Sagrada Tradição apostólica o Magistério Vivo da Tua Igreja permaneceu até os dias atuais. E por isso quero dar testemunho de minha parte, como servo, como apóstolo, como Filho de Deus, feito pelo Batismo.

Quero, Senhor, ensinar, repassar, transmitir aquilo que da boca dos profetas e dos Santos aprendi. Assim como a herança espiritual dos santos padres da Vossa Igreja. A Sã doutrina, o magistério autêntico e vivo.
Porque devemos viver uma só fé.

Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo (para sempre seja louvado).

Graças e louvores se dêem a todo momento: ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

A vida

Há muito o que pensar nesta fase da vida. Estou numa etapa em que tudo o que fizer determinará o futuro com grande importância. E é por isso que tenho de fazer as coisas com muita reflexão antes. Devo pensar, cogitar, e, meditando sobre cada detalhe de cada dia, dar meus passos.
Bom, o que espero do meu futuro?
É simples: uma boa casa, um bom emprego (espero ser um bom professor de universidade), um abençoado casamento (com a mulher dos meus sonhos - VOCÊ), três filhos felizes, um gato e um cachorro daqueles engraçados, e por ai vai...
Ultimamente estou pensando em como resolver alguns aspectos de minha vida amorosa. Isto é importante, visto que não namoro por namorar, mas para ensaiar o casamento futuro. Costumo dizer que um namoro é um ensaio para a grande peça amorosa que é o matrimônio.
Mas não é tão simples assim; preciso, antes, resolver alguns pontos importantes da vida para que tudo faça mais sentido e assim o motor gire.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Ao Meu Amor♥

A cada dia que passa se faz mais presente em meu coração. Tua voz, teus olhos e teus olhares, tua boca e teus sorrisos...
És tão linda!
É como se o Sol tivesse se encontrado com a Lua!
O Céu e o Oceano se tocando!
Como a chuva que cai e molha a Terra, assim minhas palavras querem pairar sobre o teu coração!
Ah! e como te amo, meu Amor!!!
Como é bom ouvir um simples toque de ceular, e saber que, devido à música configurada "somente para o teu número", é você quem está ali, ligando e acariciando meu coração com um simples toque telefônico.
Meu amor, teus olhos me fascinam...
Tua clareza me ilumina a escuridão da solidão...
Sem você não sou completo...
Preciso me unir, preciso ser mais contigo!
Tua fragrância, qual flor primorosa, de puro néctar...
Faz-me inebriado, numa ânsia por poesias de Amor.
Contigo meu romantismo encontra abrigo...
Um coração para amar...
Um par de olhos para contemplar...
Um corpo para me envolver e abraçar...
Uma alma para me fundir....

Sou teu adjetivo...
Teu complemento verbal...
Sou a cor da tua roupa... num dia anormal...
Sou o calor no teu abraço...
A sensação que tem no beijo...
Sou tua vontade de tocar-me...
E num "Smacks" consumar-se...

Amo a tua presença...
Tua voz e teu sorriso...
Teu jeitinho de menina...
Me encanta e fascina!
Fico sem saber o que fazer...
De tanto amor, e tanto gostar...
Tanto querer e tanto almejar!

Não sei o que faço para dizer o indizível...
Sem palavras digo TUDO!
Com Todas as palavras ainda não disse NADA...
O meu amor por você é imenso...
É como o céu e as estrelas...
Como o mar e as suas criaturas...
É como as folhas de cada árvore da floresta!
Eu te amo!

Minha princesa...
Minha amada....
Minha querida...
Meu Amor!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Das Palavras

As palavras que se escreve, nos livros, nas cartas e nos poemas. Não importa. Tudo o que é escrito ainda não é o bastante para compreender o pensamento humano. Pois não é perfeito.
É preciso mais que as palavras. É necessário a "experiência" de quem escreveu para haver "pleno" entendimento.

Interpretar um autor, um escritor, ou mesmo qualquer amador que se ponha a escrever...
Não é o suficiente, se a palavra escrita no papel for o único parâmetro de interpretação.
A verdade é que quando alguém escreve uma observação ou tese, está utilizando das palavras para expressar seu raciocínio. Mas a experiência de observação e conclusão daquilo que foi experienciado e analisado não pode ser totalmente expressa apenas com o que o vocabulário sígnico (o léxico) tem a nos oferecer.

O que quero dizer é que as palavras de um autor (mesmo se for um profeta bíblico) não serão compreendidas se não formos introduzidos na "mesma" experiência existencial que o levou a escrever.
Digo isto porque sempre há o que não é dito e nem escrito, mas que faz TODA diferença para o texto.

Se eu digo que a paixão não vale a pena (como o dirá o filósofo), é porque não tive nenhuma experiência satisfatória com tal emoção. Mas no que acabei de escrever não há nada da experiência, e sim somente a conclusão do que se experienciou.
Assim também se você quiser compreender o "porque" de eu dizer que a paixão não vale a pena, deve "sentir" aquilo que não foi dito, ou seja, ter tido a experiência de não se satisfazer com a paixão, ou melhor, ter tido experiências nada felizes com a mesma. E assim me compreenderá!

Observando os filósofos, vemos que cada um defende um ponto de vista. Suas experiências com relação à existência são totalmente subjetivas, e por isso são tão contrastantes entre si.
Mas o importante a se observar, com este post do blog, é que não compreenderei jamais a experiência de Sócrates, Platão ou Aristóteles APENAS com os escritos dos tais pensadores. É preciso entender a experiência do filósofo, e não suas palavras.
Acreditar nas palavras apenas é idolatria. Pois as palavras não conseguem ser perfeitas.

Dizer eu te amo apenas, por exemplo, não é o suficiente para amar alguém. É preciso cuidar, zelar, tratar, presentear (até mesmo com palavras, mas não somente com estas). É preciso cantar, desenhar, abraçar, beijar, se doar, perdoar... tudo isso na prática.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

O Tema

Toda redação tem um tema específico. Todo livro tem uma moral da história, ou desfecho. Toda música canta uma emoção específica.
E meu coração?
Canta Você!
Sim, pois o tema do meu coração é Você, princesa!
Estás estampada nas paredes do meu peito, bem aqui dentro.
E quando penso no brilho dos teus olhos, no cintilar do teu sorriso...
Ah! como gosto, como me dá prazer pensar em ti!
Como é bom acordar, e saber que existe alguém especial em quem pensar.
Há uma pessoa para o meu coração amar, alguém que eu quero beijar e abraçar com todo o meu Amor.
Alguém para quem eu possa dizer, sem medo, que amo e amo muito!

Tu és a cor do meu coração
Tu és o tema da minha canção
Dos meus poemas e demais textos
Tu és a musa que me inspira a cantar
És a linda dos meus sonhos ao Luar!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Minha Princesa

Musa dos meus poemas e sonhos artísticos
Teus beijos são doces, e me fazem sobreviver às catástrofes dos dias
Vou te amando assim, como o mar que ama a Lua e o Luar
Sou teu reflexo na água
Sou teu sonho acordado
Ao despir-te a cruel solidão

Por isso venha!
Venha a mim
Ó meu amor!
Princesa da minha vida!!!
Como te amo!
Como te quero!
Como espero por ti!

Queira Deus que seja breve
Queira o Pai que seja simples
Que os anjos tragam teu colo
Como refúgio para o meu pobre coração.

Ah! coração
Este meu peito palpita por descanso
Por um lugar tranquilo e seguro
Por certezas!
Sim... certezas!
Queria tanto ter certeza das coisas...
Mas a fé me pede certeza apenas de si própria!
E é por isso que busco a fé
E peço a Deus que sejas tu, oh linda das lindas!
Casa comigo, e seja mãe dos meus filhos
Casa comigo e cuida do meu coração, que bate por ti
Casa comigo e deixe-se amar gratuitamente
Perdoa minhas faltas
Assim como perdoo as tuas
Vivas comigo
Caminhe comigo
Aprenda sempre mais
Como eu aprendo e vou aprendendo
Eu te amo!♥

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Crise da Própria Razão

A época em que vivemos atualmente é muito complicada. Antigamente (bem antigamente) o povo tinha uma só fé, uma só opinião, uma só ideia na cabeça.
Hoje não temos mais unidade psicológica nem espiritual. Veja só:
As pessoas já não sabem se buscam o médico ou o padre ou pastor, ou o benzedor. Não sabem se tomam remédio ou oram. É complicado.
Na idade média predominava o Teocentrismo (Deus no centro do pensamento humano). Hoje vivemos um antropocentrismo mais egocêntrico que tudo. Não temos mais unicidade nem unidade com as coisas.
O povo está disperso em todos os sentidos. Tudo está dividido e perdido.

Mas o pior de tudo isso, é o fim a que chegamos. A perda da confiança na própria RAZÃO.
É isso mesmo. A razão não é mais a coisa mais certa que temos. O povo não acredita nem no que se pode provar com a lógica. E isto está causando uma descrença exacerbada na população em geral.
Se eu provar em tese das coisas em que creio, tal como dois mais dois são quatro, corro o risco de, mesmo assim, não ser acreditado.
Imagine o tamanho desse disparate filosófico.
A filosofia moderna deve rever seus conceitos e lutar por resgater a fé do homem. Pois a fé chegou ao ponto de questionar a própria razão.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Meu Amor

Amor da minha vida
Princesa mais querida
Estrela do meu coração
Luar no meu sertão
Solo por onde passeiam meus devaneios
Meus sonhos
Meu sonho?
É Você!

Minha vontade?
Fazê-la e vê-la feliz!
Oh! Doce musa
Aquela que inspira meu coração
Fazendo-o melhor e mais amante
Por tua causa sinto vontade de me casar
De viver matrimônio
De sofrer as consequências de um casamento
De chorar por ter de superar as dificuldades matrimoniais
Mas regozijar por ter alguém para ao fim do dia abraçar e beijar!!!
Minha alegria...
Meu Amor!!!
Eu te amo!!!♥

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Interiorização Amorosa

Por que será que ultimamente estou assim...
Assim meio sem saber ao certo se estou ansioso ou não!
É estranho, porque parece que não estou ansiando tanto por algo, como sempre fiz. Ou talvez minhas orações realmente tenham encontrado a misericórdia divina, e Deus tenha colocado Seus anjos a me ajudar.
Meus sentimentos de ultimamente estão amenos. Um tanto tranquilos. Mas ainda estou confuso quanto ao "rumo exato" que as coisas irão tomar daqui pra frente.
Sei que a verdade é que nunca fui alguém resolvido comigo mesmo. E creio que enquanto não me encontrar, de dentro para fora, não poderei caminhar plenamente pela terra.
Para ajudar meus irmãos preciso, antes, me ajudar. E para entendê-los, é preciso me entender primeiro.
Sei também que sou um mero mortal, um simples humano. Dotado de imperfeições e necessidades básicas e espirituais. Como qualquer ser vivente, um dependente por plenitude.
Sem Deus, como concluí, é impossível viver feliz. E sem meu Amor é impossível procriar e criar uma família de sangue.
Por isso decidi orar ao Pai e pedir para que consumasse a minha relação amorosa. E para que realizasse o anseio de meu coração, em trazer para os meus braços a mulher da minha vida.
Que o Amor vença, e que a Fé abra alas para que ele caminhe por esta passarela. E quando isto entendermos, se entendermos, será o desfecho de tamanho destino amoroso.