quarta-feira, 1 de setembro de 2010

It´s over!

Fizemos tudo o que podíamos para conviver com as diferenças. Lutamos contra o império da distância. Buscamos conversar, ainda que por meios virtuais. Superamos tempos difíceis. E apesar das divergências ideológicas, convivemos por um ano e alguns meses com as disparidades.
Mas a verdade é que não havia como alimentar algo que não prometia um futuro certo. Um namoro precisa de bases sólidas; algo que demonstre que uma relação amorosa vale a pena de ser mantida.
Então, somando nossas diferenças ideológicas à distância, e à carência maior de um dos dois, eu, ficava claro que não seria bom sofrer por querer manter tal relacionamento.
A verdade é simplesmente esta: não dá.
Agora devemos tocar nossas vidas da maneira como já estávamos fazendo. Até porque isto não vai mudar. Continuaremos distantes, e assim viveremos o resto de nossas vidas.