sábado, 30 de outubro de 2010

Doação


Acabei de chegar da Santa Casa. Foi uma tarde inteira orando e rezando pelos efermos que lá se encontram. Foi uma tarde de clamor e intercessão. Pedindo ardentemente pelo Espírito Santo. Pedindo misericórdia.
Eu e o meu violão. A Raíza, o Tutty, a mãe da Débora e os anjos. Todos intercedendo.
Alguns choraram em meio às canções. Outros sorriam pelo momento de paz. A Palavra vinha diretamente aos corações já cansados de se perguntar "por quê?".
Sabe, olhando para todos eles percebi o quanto o ser humano é fraco. E o quanto depende da mão protetora de Deus. Mas um enfermo me chamou mais a atenção. Um efermo que havia tido AVC e perdido metade dos movimentos do corpo.
Ele chorava ao ouvir-me cantar. Mas seu choro parecia não sair. Ele apenas abria a boca e trancava os olhos. Um sibilo de dor entrecortada se misturava à letra da canção que pedia pela misericórdia do Pai.
Meu coração se incendiou naquele momento. Senti Deus ali. De alguma forma. Parecia estar me dizendo "eis ai teu irmão... interceda por ele!".
Tive vontade até de me entregar às lágrimas também. Mas não podia no momento. Tinha de interceder e cantar. Meu coração por si já pranteava por aqueles pobres infelizes.
Derramados num leito hospitalar. Acamados. Numa atmosfera inerte de lassidão melancólica.
Oh! Pai. Como foi bom para mim. Para o meu coração. Aprender que a dor ensina. Como é bom aprender a Te louvar mesmo que na dor.
A cada dia tenho mais e mais certeza de que o verdadeiro fiel é aquele que comunga do que há de mais humano no próximo: a necessidade de Ti!

Reflexão

Este blog oscila entre diário virtual, artigos de opinião, dissertações críticas e oratório. É um rolo danado.
Hoje estou aqui para escrever sobre a Vontade e Razão de Deus.
Tudo o que acontece em nossas vidas é da Vontade do Pai. Do contrário, nada aconteceria.
Quer um exemplo?
Se eu pego gripe, quer dizer que foi da Vontade de Deus.
Por que?
Simples.
Porque se não fosse eu não pegaria.
Ou será que o vírus da gripe é mais forte que Deus?
Impossível.
Logo, se eu pego gripe, independente do compromisso importante que tiver de realizar, é da Vontade do Pai.
Por que? Eu pergunto novamente.
Porque Deus tem razões que a razão humana desconhece.
Porque o Pai tem planos que não são bem revelados ao coração impuro do homem.
Nós vivemos segundo nossa própria justiça. Achando que se Deus é justo, é porque atende e julga de acordo com a "nossa" justiça.
Errado!
Deus é justo segundo SUA própria e Divina justiça.
Se eu tiver de morrer para se cumprir um ato de justiça Divina, nada impedirá a minha morte. Isto é tão óbvio e claro quanto a morte é o destino de todos os homens que vivem.
Engraçado o quanto as pessoas RELIGIOSAS discutem com Deus. Acham que Deus é injusto ao deixar que bebês morram indefesos. Que pessoas boas morram. Que catástrofes ambientais aconteçam. Que o mal dos bandidos ocorra pelas cidades, etc.
Se esquecem de que tudo conspira para o louvor, honra e glória do Pai.
Como Jesus, que clamou para que o cálice fosse afastado, mas que a Vontade do Pai fosse respeitada e exercida Sobre o clamor do Filho.
TUDO veio do Pai Eterno. TUDO!
Isto quer dizer que só ele é temível e louvável.
Se temo o mal, estou dando poder ao mesmo.
Se temo a doença, estou dando autoridade Divina sobre esta.
Qualquer coisa que não seja o Pai e que eu temer será objeto de minha idolatria.
Quantos idólatras não existem por ai?!
Temem por suas vidas. Temem pela pobreza. Temem pela enfermidade...
Ah...
Quando, na verdade, somente UM é temível...
Porque Deus é mais terrível que uma gripe forte...
Bem mais devastador que um cataclisma!
Muito maior que o pior Tsunami que arrasa com as cidades costeiras.
Deus é o Único temível!
A partir do momento em que o indivíduo toma consciência disto, perde o medo de TODAS as outras coisas. Simplesmente porque está temendo o verdadeiro Criador de TODAS as coisas. Está prudente!
Do mesmo modo falo sobre o Amor.
Se eu amo meu trabalho, minha esposa, meus talentos, meus bens materiais ou títulos...
Estou amando objetos da criação e não o Criador dos mesmos.
Só UM é amável!
DEUS!
O Criador do Amor, por SER o próprio AMOR.
Então, aqui fecho minha reflexão sobre a razão de TODO temor e TODO Amor.
Deus é TUDO.
Amar a Deus sobre TODAS as coisas consiste nisso.
Finalmente comecei a compreender o que isto significa!

Como o livro dos provérbios diz, ao enaltecer a Sabedoria: O saber consiste no Temor do Senhor!

Que eu Te tema, oh! Senhor. E que eu Te Ame sobre TUDO.
Amém.



PS: Tudo me será acrescentado se assim o fizer.