domingo, 20 de março de 2011

Rumo ao Céu no Amor a Dois


Tão pouco sei de Ti, oh Musa que colore os dias cinzentos de meu coração!
Tão pouco sei...
Mas no pouco que vejo já muito 'sinto'!

Sinto em Teus olhos...
Teu jeito de andar...
E no manejo de Tuas mãos!

Mas sinto que pouco posso fazer
E muito pouco posso dizer de Ti:
Não Te Amo como gostaria...
E nem gostaria de Te Amar sem (antes) conhecê-La!


Pois o Amor é, de alguma forma, "efeito" e não causa!
O Amor é causado pelo envolvimento pessoal entre duas pessoas...
Pela partilha...
Pelas renúncias a dois...
Pela convivência e, principalmente, pelo conhecimento interior mútuo!

Sinto muito por pouco poder fazer
Para tornar melhores os Teus dias...
E por não saber qual a Divina Vontade...
Rezo por Ti enquanto ainda estás em minha consciência.
E peço ao Pai que conceda a Paz...
Esperança...
Fé..
Amor!!!

Seja como for...
Seja quem for...
Que seja rumo ao Céu!

Nada mais que... o Céu!

Nenhum comentário: