segunda-feira, 11 de abril de 2011

Musa

Oh! musa dos meus sonhos encantados
Por onde caminham teus pés?...
Teu rosto, ainda oculto, sorri pra mim!
Mas já posso sentir teu colo a me abrigar
Teu perfume a me inebriar

Musa dos meus sonhos coloridos de cinza
Espero-te aqui, enquanto durmo
Já bem sei quem és, se te encontro!
Ainda que esteja oculta tua face em meus momentos oníricos
Sei bem quem será quando tua face contemplar

Musa, a vida é assim
Somos parceiros de navegação
Eu e tu, você e eu...
Juntos somos UM
Nesta jornada oceânica, rumo aos portos cinzentos

Minha jóia rara, minha pedra escarlate
Conservar tua beleza ontológica é o que mais quero
Deixar-te livre para brilhar também espero!
E em meu Amor fumegante embalar-te-ei!
Deixa a solidão e caminha para mim!

Musa, sou tua expectativa em meu peito!
Sou teu sonho em minhas vigílias!
Pois estou sonhando enquanto acordo
E me deperto quando em sono!
Somos muito mais do que mil quanto juntos:
Somos... UM!

Eu te amo!

2 comentários:

Aninha disse...

Poema maravilhoso!! O dia que encontrar a sua musa, e vocês se reconhecerem, os anjos cantarão!! :-)

Leandro Vieira disse...

Amééééém!!!!!!!
He he he.
COMO anseio por este dia!
Valeu Aninhaaaa.
Abração!