segunda-feira, 6 de junho de 2011

My Other Side

Estes olhos que nada dizem
Do que em mim habita: o Amor...
Olhos neutros, mas que atentos
Fitam na Cruz Nosso Senhor

Esta voz, flauta adocicada
Canto de Anjo, como pode!
Diz ao pé do ouvido: canta aquela...
Quando ao violão: a Deus a Ode!

Nenhum comentário: