sexta-feira, 3 de junho de 2011

Sei lá..

Nem sempre nossas escolhas se baseiam em certezas. Nem sempre acertamos nas escolhas que fazemos. Nem sempre as coisas que achamos certo fazer são o melhor para nós. E nem sempre o que parece racional é verdadeiro.
Talvez o que dissemos ontem não seja realmente o que gostaríamos de ter dito...
E assim agimos opostamente ao ontem. Mas quanto importa tudo isso? Afinal, vivemos de escolhas ou de certezas? De palavras ou de ações? Talvez uma parceria.
Vou estudar um jeito de viver. Uma maneira correta de seguir viagem. Talvez uma escala definida para (nela) compor minha melodia existencial.

Um comentário:

Aninha Zocchio disse...

Nem sempre menino... nem sempre... bom final de semana para vc!