sexta-feira, 7 de outubro de 2011

The World has Changed... Has not he?

O mundo mudou!
Será que você pode sentir isso!?
Será que percebe...
Nova Era...
Novos valores...
Tudo novo...
E o mal, denovo, no poder!
O mundo mudou!
Para a melhor é que não foi!
Agora é "homem-com-homem
Mulher-com-mulher...
Faca sem ponta e galinha sem pé!
"

Um comentário:

K. disse...

Oh Lord! É... Até que se explique pras crianças que papai e mamãe são outra coisa leva tempo... O lance é fazer a sua parte, já que o restante está bichado. Só não se esqueça que embora haja toda essa bagunça, nós cristãos devemos ser AMOR e não condenação. Se você tiver a oportunidade de morar em um lugar bem "perdido" tipo Florianópolis (sinônimo de festas, baladas, orgias e o que mais desejar de formas de pecado), verá claramente que não precisamos sair na rua com um megafone gritando o que está certo e o que está errado. Basta viver. Já sei o que você certamente pensou quando leu isso "Ah, mas temos que alertar as pessoas, e blablabla e Deus NÃO É IDIOTA!" É verdade, meu caro. Mas eu ainda creio que estamos no tempo da misericórdia. Jesus veio para nos salvar, porque humanamente isso é impossível, certo? Então, nós que provamos um pouquinho do amor Dele devemos fazer o quê? AMAR! Se Ele estivesse preocupado com o que as pessoas estão fazendo no momento, jamais teria se sentado na mesa com cobradores de impostos ou ter (de certa forma) "protegido" Maria Madalena. Jesus olha o coração das pessoas. Antes de uma pessoa mudar, é preciso que você CRISTÃO MISERICORDIOSO M-O-S-T-R-E que o AMOR de Jesus por ela é muito maior do que toda a vida de pecado que ela tem vivido. Para condenar, já temos os demônios que fazem isso magistralmente. Para agir preconceituosamente, temos todos os tradicionalistas. Cabe a você, no discernimento que certamente tem, ser o amor de Jesus encarnado, pois o tempo é curto e não podemos deixar que as almas se percam por falta de exemplo e de caridade da nossa parte. Você pode não concordar com quase nada do que eu disse, mas opiniões contrárias costumam contribuir para o nosso amadurecimento, alright?!
Abração, mano!