quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Ganhando ao Perder?!

Como é bom estar com Deus e saber que mesmo após perder TUDO, ainda se pode contar com Ele. Ainda que casa, família, emprego e dinheiro, ou seja, mesmo que tudo seja perdido, ainda se tem, além de tudo, algo maior e melhor. E às vezes é preciso perder tudo para se perceber que não se tinha nada de importante, e, ai, sim, o TUDO surge à vista.
Não que eu tenha perdido tudo, mas um sentimento que vem me acompanhando há algum tempo deixou de possuir fundamento na Esperança, pelo menos pelo tempo presente.
A razão de minha Esperança naquele sentimento e pensamento se dava pela expectativa de certas realizações que infelizmente não ocorreram. Sendo assim, só pude constatar que minhas orações foram respondidas.
O tempo todo eu pedia ao Pai Celeste que me fosse respondido pela "decisão" alheia a Verdade. E se uma decisão fora tomada, logo ela se mostra a resposta esperada.
A balbúrdia dos pensamentos em minha cabeça às vezes me tira do sério. Mas é preciso aprender a educar os próprios pensamentos. Isto já percebi há tempos.
E pior que a balbúrdia das ideias é a algazarra dos sentimentos.
Estes são apenas auxiliares da razão, e não comandantes ou superiores.
É assim que penso hoje em dia. A Razão é o que fez os Santos alcançarem o estado da Graça divina. A razão é que faz o homem não transpor os limites impostos aele ou cometer banalidades de quaisquer tipo. A razão pondera tudo, porque o Amor está com ela, e ela está no Amor (este com A maiúsculo).
Não posso dizer que resolvi abster-me de meus próprios sentimentos, não, não é isso. A verdade é que aprendi que cada um tem seu lugar em nossa alma. E a razão é que deve comandar o rumo e as ações de nossas vidas. Os sentimentos devem dar o "sabor" das nossas decisões.
Perdi uma expectativa, mas ganhei outra. E assim caminho tranquilo, seguro de mim mesmo porquanto com Deus estou.
Jesus caminha comigo, pois com Sua Santa Mãe perpasso a estrada da peregrinação terrena. E nas minhas orações peço a Ela que me ilumine com a mesma humildade com que se fez Deus regozijar em Graça plena, dando a Ela o "presente" que me salvou da condenação.
Assim como havia uma só Arca de Noé, para a salvação daqueles que foram escolhidos, hoje temos a Santa Igreja como Arca doutrinária de salvação. Aqueles que não passarem a vida dentro dela, passarão após a morte.

De agora em diante, resguardo meu coração novamente, pedindo a Deus, por intercessão da Santíssima Virgem, que cuide dele, e prepare-o para receber aquela que também terá o coração preparado para mim. Deveremos amar a Deus sobre TODAS as coisas, e cantar para Ele, rezar para Ele, penitenciar em nome das nossas misérias, e jejuar em nome da nossa melhora na Fé.

Querido Pai, eu Te louvo e Te bendigo. Deus Santo, Deus forte, Deus imortal. Deus Altíssimo e Supremo. Que a minha vida seja reflexo do Amor e Sabedoria de Cristo, por mais difícil que o seja. E que eu caminhe assim, lado a lado de uma Princesa. A "Tua" Princesa, que eu espero até o dia da grande Consumação do nosso Amor.

Thank you, for love me....

And...

You... other one... Look at me... And know about my plan and my thought... and feeling!

Yare Yare!

Bom, é até engraçado, mas a verdade é que este sítio "diarístico" está mais oscilatório que objetos de estudo da física quântica.
Pois bem, deixemos pra lá a questão das variações em geral. Os temas aqui variam a medida que variam as circunstâncias internas de minha psique.
E no presente momento estou um tanto atônito com certos fatores da vida. Mas o intrigante mesmo é o fato de eu estar de bem com meu caminho de "agora", e isto me mostra o quanto estou certo onde me encontro.
Na realidade existem coisas que não se entende de primeira. Não são fáceis à primeira observação ou análise. É preciso deixar os acontecimentos intrigantes esfriarem-se para saboreá-los sem perder nada do sabor da verdade. Como um belo bolo de chocolate recém saído do forno (não dá pra engolir, neh).
Bom, às vezes até acho que sou estranho perante os demais homens da humanidade. Mas todo homem que pensa deve achar isso. Ou seja, refletir sobre TUDO a todo momento, e conjecturar, hipotetizar, imaginar, essas coisas enfim. Quanto mais você se sente estranho perante as demais pessoas do mundo é porque muito do que você vê ao redor se mostra alheio demais ao que você vê em si mesmo. Suas ideias, seus sentimentos etc.
A minha diferença está em aceitar a realidade tal qual ela é. Nada de "se". Nada de "talvez". Nada de "será?". O negócio pra mim é sim ou não. O que vem além é diabólico he he he.
Bom, pela Santíssima Virgem tenho a consolação, e sei que ao lado dela não há erros. Com todos os Santos do Céu estou em comunhão, rezando, pedindo e participando do mistério da Transubstanciação. O milagre que acontece em TODOS os domingos.
....
E se faltar o vinho (alegria) em meu coração, pedirei a Mãe Santíssima que peça ao Filho para transformar minha água espiritual em Vinho de Amor. Pois Ela pode, através da simplicidade e humildade, agradar tanto a Deus que antecipa até mesmo a Sua hora. E sei que assim é do agrado do Pai. Filhos humildes como a Serva do Senhor.

É isso aê!

In Corde Iesu et Mariae semper!