sexta-feira, 1 de abril de 2011

Há Alguém!?...


"... Desde quando ele nasceu sempre foi forte, inteligente, diferente...
Mas por causa disto ele sempre procurou por alguém; alguém parecido consigo mesmo.
No entanto, de tanto procurar e não encontrar... já cansado e desanimado, ele parece ter desistido".

A solidão do gênio..
A solidão do artista...
A solidão...
Simplesmente a Solidão!

No escuro quarto onde dormita o coração
Onde, às vezes, acende a consciência sua pequena vela
Pensamentos e poesias divagam solitariamente!
E é lá... Lá onde habita o Artista!
O gênio da arte...
Da música, pintura, escultura...
Da Vida!

Na escura masmorra de sua própria Alma
Embalado de anseios
Desejos
Sonhos!

Seu Sonho?!
Voar!
Ir além do que o Horizonte ilustra
Tocar o Azul do Céu
Galgar montanhas
Trespassar gramíneas e prados verdejantes
Eis seus Sonhos!

Como num Princípio de Identidade
Ele procura abrigo
Um colo
Um lugar
Um sentimento
Um pensar
Este alguém é seu leito
De descanso
Por existir solitário
Na arte de viver só...
Querendo encontrar...
Buscando deixar de lado velhos conceitos
Largar o óbvio e o supérfluo
E assim passar a viver a Verdade em sua própria existência!