segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Como aprender?

Esta tarde, enquanto voltava do centro da cidade para casa, me peguei a pensar sobre o Ensino em si, isto é, no ato de ensinar e, consequentemente, de aprender. Mais especificamente falando, concentrei-me numa pergunta: se muitos já se indagaram sobre como ensinar eficazmente, coloco-me, agora, na questão de como aprender eficazmente!
Mas a pergunta não durou muito em minha cabeça, pois logo em seguida surgiu outra ainda mais específica e pessoal: como EU aprendo as coisas?
Foi assim que voltei para casa, pensando se eu sabia realmente como é que minha mente aprendia as coisas da escola e da vida em geral; se eu conhecia perfeitamente o melhor método (particular a mim) de aprendizado.
Só que nenhuma conclusão me veio à mente durante esse tempo de reflexão. Afinal, o professor, enquanto bom mestre, seria garantia de um bom aprendizado para qualquer tipo de aluno? Claro que a pergunta soaria no mínimo tola e inoportuna, devido às inúmeras elocubrações da área pedagógica e psicológica sobre o processo de ensino-aprendizagem. Mas o que me corroía nesta tarde, como dito, era o fato de que nós precisamos aprender a COMO aprendemos as coisas desta vida. Ou seja, não basta alguém estudar, cientificamente, a como ensinar da melhor maneira (método). É preciso, também, saber o melhor método de aprendizado por parte do discípulo, o discente. Ainda mais que isso, é preciso haver uma séria meditação 'particular' da parte do discípulo para que a educação (o ensino-aprendizagem) ocorra eficazmente. Foi a esta conclusão preliminar a que cheguei até então.

Se Sócrates, pois, dizia que deveríamos nos conhecer a nós mesmos, era porque havia algo, segundo sua visão filosófica, inerentemente relacionado a, praticamente, toda a questão da existência humana - imbutida nesta ação auto-cognoscitiva. E creio que ele não estava blefando quando assim auferiu de suas reflexões.
Penso que conhecer-nos a nós mesmos significa nos esforçar para aprender e catalogar nossos vícios e virtudes, qualidades e defeitos. E que nisto consiste a sabedoria para bem viver, ou seja, ter Humildade, ou melhor, conhecer-se a si próprio diante do mundo (e também de Deus, claro), e dos homens; pois isto é o melhor meio de se ser Humano.

Nenhum comentário: