segunda-feira, 2 de abril de 2012

EPOPÉIA



Meu amor, dentre tantas inseguranças que a Vida nos impõe, dentre tantas aflições, tribulações, ansiedades, temores e terrores, não podemos contar com mais nada além da em Deus para caminharmos mais tranquilos por esta estrada.
Sem Deus em nosso pensamento diário, alimentando nosso coração com Esperança e Amor, tenho a certeza de que não valeria a pena lutar, pois nada faria sentido. E, como bem nos mostra aquele psiquiatra anti-Freud, o Viktor E. Frankl, se o ser humano perde o sentido da vida, ele se perde a si mesmo. Não adianta tentar escapar desta premissa existencial. Pois somos determinados, em nossos corações, pelo Sentido (com S maiúsculo mesmo) que encontramos para a Vida... ou melhor, a NOSSA Vida!
É por isso que não podemos deixar de nos segurarmos, escorarmos, respaldarmos e nos embasarmos no Grande Sentido que nossa Missão aqui na Terra tem! Temos de nos manter firmes com ESTE SENTIDO que Deus nos deu [e sempre nos dará].
E para garanti-lo [o Sentido] basta sempre fazermos um esforço de memória, caso o dia esmoreça ou perca um pouco o sabor para nós.
Sendo assim, não deixe que o Sentido que nos guia se dissipe, se apague, e, assim, você fique "pra baixo", deprê, down.

Mas o Sentido só pode ser encontrado a partir do Equilíbrio entre todas as partes de um todo. Ou seja, entre as peças, como um grupo, e o Motor que juntas elas compõem. Caso contrário, o Caos predominará, e, predominando, tristeza e confusão nos trará.

Eu e você, por exemplo, somos como que miniaturas de todo um Universo, um Cosmos, uma galáxia. Pois que cada um de nós, com sua essência humana, sua Natureza psíquico-espiritual, comporta os mesmos padrões que o Mundo inteiro apresenta em seu mecanismo de funcionamento geral. Somos peças da grande Máquina de Deus - a Natureza e o Mundo que ela move.
E cada organismo possui seu próprio Sistema de funcionamento embutido em si, sendo esse Sistema subordinado ao Grande Sistema da Vida, a Natureza, tal qual Deus concebeu no Gênesis. Não podemos nos esquecer disso, jamais!

Por tudo isso, você, assim como eu, precisa de certos "elementos", digamos, "essenciais", para alcançar a Felicidade [o funcionamento da grande máquina simbolicamente empregada aqui]. E esses elementos estão, logicamente, ligados às três Virtudes Teologais que nos salvarão do Inferno:

- Fé
- Esperança
- Caridade (ou Amor, como quisermos)

Mas, fora tudo isso que estou dizendo, o mais engraçado de tudo o que vivemos (eu e você) até agora, é que podemos parar por um segundo e, como se fôssemos estudiosos de um filme de Cinema, analisar os "episódios" que nos tem ocorrido no decorrer dos dias, dos meses e semanas, e buscar encontrar as "pistas" deixadas pelo "Diretor" desta Obra de Mistérios. Isto é que é, digamos, 'legal'.
Ou seja, todos os dias trazem consigo algumas coisas interessantes para cada um de nós aprendermos mais e mais. Pois cada dia tem lá o seu "teor místico, filosófico e cinematográfico".
Bobo é quem não souber tirar proveito disso. Se todos gostam de filmes com cenas românticas, místicas, filosóficas, "Belas"...

De nossa vida, posso garantir que o "enredo" é incrivelmente, infinitamente, mastermente, supermente, ontologicamente, plusmente, ultramente MAAAAASSA!
Não se esqueça, somos personagens principais desta História que o Autor Supremo criou entre nós dois.
Minha felicidade, desde que te conheci, agora é buscar, contigo, alcançar o Amor, o Perdão, o crescimento espiritual em geral, o amadurecimento do coração e muito mais.
Lembre-se, na alegria ou na tristeza, na saúde ou na doença, somos só você e eu neste Filme, neste Romance...
Ou melhor, nesta EPOPÉIA!



Em tanta tristeza que a Vida traz
Tu és a Alegria que me dá Paz
Não temo o escuro nem a maré
Pois junto contigo mantenho a Fé

Amor, tu bem sabes que somos Um
Por isso não temo perigo algum
Em Terra distante caminharemos
E a Vinda do Cristo esperaremos!

Nenhum comentário: