quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Prontos para a Guerra Cósmica

De uma coisa estava incerto
Se era certo o que ocorria
Coincidência ou providência...
Mas quem é que saberia?!

Tão depressa acontecera
E de amor nos declaramos
Ao contrário do que o mundo
Diz que tem que ser, se amamos!



E assim nos conhecemos, duas crianças sedentas da Verdade. Ansiosas pela Voz de Deus em suas humildes vidas. Perdidas em meio a um mundo obscuramente maligno.
Duas crianças de Deus que, enfim, se encontraram - ou foram unidas - para uma nova missão.
Desde há muito estavam designadas para cumprir um mandato das Alturas. Mal sabiam como seria difícil. Mas lá estavam, aos pés do Altar, rezando a pedir por redenção. E um sufrágio à Alma.
Eis que agora, unidos em Amor, recebem a Espada e o Escudo do Céu, prontos para a Batalha Celeste!
Qual Anjos recém nascidos, estão para a grande Guerra Cósmica!

DE VOLTA A BORDO!


Por muitos dias este recinto virtual estivera estagnado. Por meses não virou a página. Por meses continuou na inércia. Motivos? Vários. A começar pela humanidade de quem aqui escreve. Como todo ser humano, sou mortal e cheio de falhas. Na verdade devo ter algumas a mais que os demais. Mas o que importa é que estive preso em outros afazeres que impediram a produção espontânea de O Canto do Vento. Agora, no entanto, pretendo retornar com as poetizadas, cronicadas, romantizadas etc...
A verdade é que preciso tornar este espaço um verdadeiro Diário de Bordo para as futuras empreitadas acadêmicas, profissionais etc.

Começo então por dizer que este é um ano, já de início, meio polêmico. Teve até um filme sobre ele ("2012"). E o calendário Maia não prevê mais nada após o mesmo. O que significa tudo isso? Não sei ao certo. Suponho que, somando-se as culturas, religiões, e vidências, pode até ser que tenha algo a ver. No mais, não passará de mais um ano como qualquer outro - salvo pelo crescimento populacional, buraco da camada de ozônio, efeito estufa e etc.
Este será um ano novo para mim, no sentido profissional, em específico. Começo AGORA a minha carreira como Professor de verdade (chega de estágios). E também parece que minha vida tomará rumos bem mais diversos que de costume até então.
O que acontece é que passei por mudanças em aspectos tão gerais que comentar aqui seria dar vazão para um diário colossalmente cansativo de se ler. Então, por praticidade, digo apenas que espero deste ano somente paz, amor e esperança. E que meu namoro frutifique, e que meu trabalho ganhe espaço no mercado, e que a saúde prevalesça em nossas vidas!
Feliz 2012 a todos!

O Canto do Vento está de volta!

PS: viu, amor, estou aqui, tá?!